#100 Simão Rocha – Um estreante na novata Liga 3 que almeja voar alto

Na Oportunidade número 100 não podia faltar a referência aos jovens que brilham nos nossos campeonatos – e este brilha na Liga 3 ao serviço do SCU Torreense.

Falamos de Simão Rocha, lateral-esquerdo da equipa de Nuno Manta Santos que se encontra em Torres Vedras por empréstimo do Paços de Ferreira. O jovem natural da cidade pacense está a aproveitar o ano de cedência e conta já com 19 jogos e 1 golo marcado.

A origem de uma carreira promissora

Simão divide formação entre Penamaior, Freamunde e Paços. Em Penamaior faz apenas o seu primeiro ano de escolinhas, pois o Freamunde rápido o recrutou para as suas fileiras, visto que “estavam interessados em mim e acabei por aceitar o convite por ser um clube com boas condições, era dos poucos clubes com sintético na altura.”

Sete anos volvidos e decide abraçar um desafio maior – para jogar o seu primeiro Campeonato Nacional –  e arriscado, acabando por concluir o seu trajeto no Paços. Nos castores tem uma adaptação difícil pois “vinha de um clube rival mas acabei por integrar-me bem dentro do plantel e do clube.”

Estreia e as experiências fora da zona de conforto

Tem a sua estreia como sénior no Campeonato de Portugal ao serviço do Amarante FC – por empréstimo do Paços. Revela ter sido uma época importantíssima para o seu desenvolvimento, pois para além de ter sido o ano de estreia e de ter notado bastante a diferença de intensidade, acaba a temporada de 2019/20 com 24 jogos realizados e um envolvimento direto em sete golos da equipa.

Recém-recuperado de problemas físicos, o Paços de Ferreira decide não abrir mão do jogador e empresta-o ao Real SC no mercado de transferências de Inverno no ano passado. Pela primeira vez longe de casa, e a procurar recuperar a melhor forma física, tem um rápido impacto na equipa onde nos primeiros 9 jogos faz 2 golos, contudo, o azar volta a bater à porta, e o lateral sofre uma rotura de 8cm no isquiotibial, dando por findada a época.

Este ano continua vinculado ao clube da capital do móvel, mas continua num ciclo de empréstimos, sendo desta vez cedido ao SCU Torreense. No clube da região Oeste está a realizar uma época bastante regular, ajudando a equipa a garantir o passaporte para a fase de subida à Segunda Liga, ainda com jogos por realizar.

“Está a ser uma ótima época a nível individual, com bons números e boas estatísticas. Sinto que este ano está a ser muito importante, pois sinto-me confiante e a evoluir cada vez mais, e isso deve-se também ao facto de ter um bom grupo de trabalho e um enorme espírito de equipa”, explica.

Considerando-se um jogador inteligente, forte no 1×1 defensivo e ofensivo, assim como no jogo aéreo, Simão Rocha sente-se pronto para atuar nos patamares mais altos do futebol nacional, devido a um trajeto carregado de evolução que tem sido um marco da sua carreira. Como principais sonhos no mundo do futebol ambiciona representar a Seleção Nacional jogar na Liga dos Campeões.

O MOMENTO


Sumariando o seu curto trajeto no mundo do futebol, escolhe como melhor momento “o dia em que soube que iria assinar um contrato profissional com o FC Paços de Ferreira pois percebi que poderia levar a sério o futebol e fazer disso o meu trabalho”; na outra face da moeda, revela que “o momento em que tive uma paragem prolongada por motivos de saúde e que me impossibilitaram de estar a um bom nível quando me encontrava no plantel sénior do Paços” é a memória menos agradável que guarda da sua pequena, mas prometedora carreira.

Perguntas

Ídolo no futebol?

Messi.
1

Série favorita?

Game of Thrones.
2

Comida favorita?

Francesinha.
3

Desporto e jogador extra futebol favorito?

Basquetebol e Stephen Curry.
4

O Simão é um lateral / ala esquerdo de estatura média-alta, de passada larga, rápido e com grande vocação ofensiva.

É um jogador consistente a nível defensivo, forte no desarme do adversário e apresenta uma boa noção e ocupação do espaço.

Rápido na reação à perda, com critério nos momentos de antecipação ao adversário e que sai com facilidade das zonas de pressão.

É um jogador que, ofensivamente, cria bastantes desequilíbrios, pois oferece profundidade e cria superioridade pelo corredor. Tem qualidade no passe e cruzamento e boa definição no último terço.

O Simão é um jovem com potencial, que pode chegar, num futuro próximo, a um nível superior.

NOMESimão Pedro Dias da Rocha
DATA DE NASCIMENTO13/12/2000
POSIÇÃOLE/EE
PÉ DOMINANTEEsquerdo
EQUIPASCU Torreense
NACIONALIDADEPortuguesa
ALTURA186 cm
PESO70 kg
Partilha com os teus amigos:

Outros artigos do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.