“Sangue Novo” com João Serrão

O “Sangue Novo” que hoje apresentamos é João Serrão. O jovem central acompanhou o Vitória de Setúbal até ao Campeonato de Portugal e faz assim a sua estreia na equipa principal e na competição.

Nascido em Matosinhos, João iniciou o percurso na formação no Leixões apenas com nove anos de idade. Na época 2011/12 mudou-se para o Porto, onde jogou nos escalões de infantis e iniciados. Em 2016/17 saltou alto para a formação da Juventus para jogar nos escalões de juvenis e de juniores. Na época passada, voltou a Portugal para defender o Vitória Futebol Clube na Liga Revelação. No plantel sub23 marcou um golo em 21 jogos, sendo titular em 18.

Decidiu acompanhar a descida do Vitória de Setúbal até ao Campeonato de Portugal por achar que seria uma boa oportunidade para si, por não ter tido oportunidades quando o clube estava na Primeira Liga. Sendo um clube histórico, seria uma boa ocasião para jogar e mostrar aquilo de que é capaz. Além disso, apesar de ser a sua segunda época no clube, João diz que sente o Vitória da mesma maneira que os jogadores que estão no plantel há mais tempo sentem, sabe da importância da camisola sadina e a exigência que há para a vestir.A qualidade e o ambiente em torno do plantel também fazem com que não se arrependa da sua decisão.

A nível individual, João espera continuar a ser opção para todos os jogos e dar seguimento às boas exibições. A nível coletivo, o que é esperado é que o Vitória de Setúbal suba de divisão e, principalmente, que a situação do clube se resolva e que volte ao seu lugar que é a Primeira Liga, nas palavras do jogador. Apesar de ser uma estreia no plantel principal, João tem dado muito ao Vitória e poderá dar mais ao futebol português. Com qualidade na marcação, no jogo aéreo, muito pelo 1,92m que mede, poderio físico, técnica, qualidade na primeira fase de construção e no passe, João pode dar que falar num futuro próximo.

Estreou no Campeonato de Portugal num empate a um golo com o Esperança de Lagos, tendo entrado aos 67 minutos, e, a partir daí, foi constantemente titular na defesa verde e branca, tendo um registo 100% vitorioso nesses jogos. Essa marca valeu-lhe a presença em todos as equipas da semana da Série H.

Para quem está na época de estreia, João tem feito um trabalho de jogador experiente. Se não chegar a grandes palcos com o Vitória de Setúbal, certamente chegará com outra camisola. Qualidade e potencial não lhe faltam. É um jogador a manter debaixo de olho.

Partilha com os teus amigos:

Outros artigos do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.