“Relato Informal” com Chico Gomes

O ‘Relato Informal’ de hoje conta com a colaboração de Chico Gomes. O médio formado no Sporting Clube de Portugal e na Académica de Coimbra joga atualmente no Amora FC e recuou uns bons anos atrás, para partilhar um episódio que ocorreu quando vestia as cores dos estudantes.

“Após a minha passagem pelo Sporting e de ter estreado a academia de Alcochete, fui para a Académica de Coimbra. Tínhamos um bom plantel e por pouco não fomos à fase final de Apuramento para Campeão.

Tínhamos um treinador muito especial, o Mister Rui Silva que era como um pai para todos nós. Brincava muito quando tinha que brincar mas era muito sério na altura de trabalhar. Dava muitas “duras” aos jogadores”, disse.

“Uma dessas foi num jogo em casa contra o Penafiel no Estádio Sérgio Conceição, em Taveiro, onde vínhamos de uma pequena série de jogos sem ganhar. Estávamos a vencer 2-0 e ele lança um jogador que estava chateado, na “azia” como costumamos dizer, por ter ficado no banco. Esse jogador era o Kay, atualmente no plantel da Académica na II Liga e correu-lhe tudo mal.

Falhou a marcação num canto em que o Penafiel reduz para 2-1 e está também ligado ao empate. De seguida, mesmo em frente ao banco de suplentes, o Kay tenta driblar com um cabrito um jogador do Penafiel sem sucesso, perdendo a bola e originando um contra ataque perigoso. O Kay recorre à falta e leva amarelo. É aí que o Mister Rui Silva se vira para o árbitro e pergunta: “Senhor árbitro, amarelo?” E logo de seguida atira “Expulse-me esse gajo!”

“Toda a gente se partiu a rir e ainda hoje, passados mais de 10 anos, relembramos essa história e termina sempre numa risada geral. A sorte para o Kay, é que mesmo no fim desse jogo, acabámos por vencer por 3-2”, conclui.  

Chico Gomes, tem 32 anos, e vai na terceira época ao serviço do Amora após uma experiência na República Checa. 

Partilha com os teus amigos:

Outros artigos do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.