“O Elevador” com Rafa Miranda

Rafa Miranda foi um dos homens em destaque no fim de semana, e o escolhido para esta semana no “Elevador”. Bisou na vitória do Länk FC Vilaverdense, por 5-1, frente ao Águia Vimioso e colocou-se no pódio de melhores marcadores da Série A, com quatro golos.

Formado entre Varzim e Rio Ave, considera que apesar da muita qualidade demonstrada pelos jovens nos últimos anos, em Portugal ainda “não se valoriza o jogador da casa”.

Depois de experiências em Omã e na Roménia, regressou a Portugal para estar perto da família. Podem pensar que essas estadias no estrangeiro foram por motivos financeiros, mas o objetivo era mostrar créditos para abrir outras portas.

Pessoalmente, Rafa Miranda não tem objetivos definidos, mas pensa ajudar a equipa com o máximo de golos e assistências possíveis. A promoção à 3ª Liga é o objetivo coletivo.

Das experiências transfronteiriças, “histórias existem bastantes”. “Uma das coisas que achei muita piada nos romenos é o vício que têm por coca-cola, até bebem ao pequeno almoço!”

“Já em Omã, estávamos em estágio antes do jogo, quando foi hora do jantar, saí do quarto, quando me deparei com um pano estendido no chão do corredor e os jogadores sentados no chão a comer frango e arroz com as mãos. E eu pensei: ok, vamos lá ver como corre. Cada vez que tentava levar o arroz à boca, caia praticamente todo antes de lá chegar. (risos)”

Rafa Miranda, tem 24 anos, e regressou este ano ao Vilaverdense, emblema que já havia representado entre 2016 e 2018. Na altura, somou 22 golos em 68 partidas. Números muito positivos para um extremo que ainda não teve a Oportunidade para jogar nos Campeonatos Profissionais no nosso país. Será esta a temporada decisiva para esse salto?

Partilha com os teus amigos:

Outros artigos do autor

2 thoughts on ““O Elevador” com Rafa Miranda

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.