“Relato Informal” com Lio

A caminho da terceira temporada no conjunto do CDC Montalegre, Leonel Guerra é o protagonista da nossa última rubrica da semana.

Lio, como é conhecido no mundo do futebol, recorda ao ‘Relato Informal’ um episódio que aconteceu esta temporada, onde acabou uma partida da Taça de Portugal como guarda-redes.

“Aconteceu na segunda eliminatória da Taça de Portugal frente ao Marinhense. O Nuno, um dos nossos guarda-redes, já no decorrer da segunda parte comete grande penalidade, é expulso e o nosso guarda-redes suplente nesse jogo, o Yannick, foi substituí-lo. Perto do final, um jogador adversário isola-se, o Yannick comete falta e acaba também por ser expulso, o que levou que tivesse que ir um jogador de campo para a baliza. Esse jogador fui eu!”, começa por contar.

O Marinhense já estava a vencer por uma bola a zero, resultado com que acabou o jogo. Ou seja, joguei 10 minutos como guarda-redes e foi engraçado porque houve alturas do jogo em que eu estava praticamente na linha de meio campo, pois apesar da equipa estar a jogar com 9 jogadores, estávamos a procura do golo do empate. Apesar de tudo consegui não sofrer nenhum golo, mas não sei se ia continuar com essa sorte caso levássemos o jogo para prolongamento”, prossegue.

“Como tínhamos apenas dois guarda-redes no plantel, o clube logo de seguida teve necessidade de contratar outro guarda-redes, pois estes dois estavam castigados e não poderiam jogar o jogo seguinte”, conclui o médio.

Partilha com os teus amigos:

Outros artigos do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.