“Sangue Novo” com Jean Batista

Jean Batista nasceu em março de 1992, em Itabuna, no estado de Baía, no Brasil. Saiu cedo de casa para viver o sonho de “moleque”. Começou a sua carreira aos 17 anos de idade, em França, no Villemomble Sports. Teve dificuldades a adaptar-se ao novo estilo de vida, pela mudança de cultura e a distância de casa, mas tudo serviu de aprendizagem e crescimento, tanto a nível pessoal como profissional.

Nas duas épocas seguintes jogou no Luxemburgo, onde se cruzou com vários atletas portugueses, e em 2011 surgiu a oportunidade de Jean regressar a casa e continuar a sua carreira no futebol.

A Associação Atlética Internacional, mais conhecida por Inter de Bebedouro, em São Paulo, abriu portas para o jovem Jean, de 19 anos, poder mostrar a sua qualidade. Três anos se passaram no Brasil e Jean precisava de mudar de ares. O contexto competitivo do Inter de Bebedouro não favorecia a evolução de Jean, que na época 2013/2014 voltou para a Europa por uma porta que já conhecia.

O Käerjeng 97, o último clube que Jean tinha representado no Luxemburgo, fez questão de ter o atleta de volta no plantel para tentar algo mais no campeonato. Ao fim de duas épocas, o 7º e 11º lugares conquistados não satisfaziam e o regresso de Jean ao Brasil era o melhor passo.

Num contexto mais familiar, com Jean perto das suas origens, o Barretos Esporte Clube seria a sua nova casa. Com 23 anos, Jean começou a crescer no futebol do Brasil e depois de um 7º lugar no Campeonato Paulista A3, o Tombense, da Série C, contratou-o. Num campeonato com mais visibilidade, Jean participou em 15 jogos.

Depois de uma época positiva, Jean mudou novamente de clube. Ao serviço do Iporá Esporte Clube, do Campeonato Goiano, conseguiu um 3º lugar no grupo A que não dava acesso à fase seguinte da competição. Em 2018 representou o Rio Preto, o seu último clube no Brasil. De volta ao Campeonato Paulista A3, Jean fez 15 jogos e marcou um golo.

Em 2018/2019, o extremo chega a Portugal por uma porta grande. Com acesso direto à Segunda Liga, Jean assinou com o Sporting da Covilhã.

A primeira época revelou-se complicada, principalmente pela troca de treinadores, o que fez com que Jean perdesse lugar na equipa.

Na última época, com Ricardo Soares no comando dos serranos na primeira volta do campeonato, Jean afirmou-se como peça importante do esquema do treinador, conseguindo jogar com mais regularidade.

Com 26 jogos e dois golos, Jean despediu-se da Covilhã e parte agora para o norte do país. Na próxima época vai representar o Lusitânia de Lourosa, no Campeonato de Portugal. Chega ao novo clube com o objetivo de ajudar a equipa a chegar à Segunda Liga a qualquer custo, dando o máximo sempre de forma a retribuir o cuidado que o clube tem tido com ele.

Chega na melhor fase da sua carreira, com experiência de Segunda Liga, e com jogo físico, luta, qualidade de remate, técnica e determinação. Pelo que Jean pode acrescentar à equipa, pode assumir-se como um dos jogadores de destaque do Campeonato de Portugal.

Partilha com os teus amigos:

Outros artigos do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.