“É bom e recomenda-se” com Miguel Lima

A estrela que nos acompanha hoje na rubrica “É Bom e Recomenda-se”, estreou-se este ano na Segunda Liga e já dá passos largos para o estrelato.

Miguel Lima é natural de Campos, Póvoa de Lanhoso, e fez grande parte da sua formação no clube do Caldas das Taipas, tendo ainda uma passagem pela academia do Boavista.

Em 2013/14, passa a integrar as tabelas do Campeonato de Portugal vestindo a camisola do Famalicão.

Pelo CP passou ainda pelo Juventude Pedras Salgadas e pelo Maria da Fonte, na época passada, onde foi um dos melhores marcadores do Campeonato, “foi uma excelente época, só tenho que agradecer aos meus colegas de equipa”, afirma o craque.

Este ano o ponta de lança deu o salto na sua carreira e rumou até Oliveira de Azeméis para vestir o vermelho do Oliveirense.

Uma mudança que o fez mudar a sua forma de pensar e de agir, “as diferenças que senti do CP para a Segunda Liga foram apenas a intensidade do jogo e o ter que pensar mais rápido, mas acho que foi uma adaptação rápida”.

Miguel Lima tem entrado nos 11 iniciais dos oito jogos da equipa da Segunda Divisão e tem os olhos postos no triunfo, “este ano quero fazer o maior número de jogos possível e alcançar os objetivos do clube o mais rápido possível”.

Com 27 anos o atleta da Póvoa de Lanhoso é prova de que a idade não precisa de ser um obstáculo quando se tem garra e força de vontade para evoluir.

“Trabalho árduo e persistência” são os pontos onde o atleta se apoia para o seu sucesso, e os conselhos que deixa a todos aqueles que pretendem subir aos patamares seguintes, “nunca desistirem, trabalhar sempre no máximo e ser paciente que as oportunidades irão chegar mais tarde ou mais cedo”, remata o atleta.

Partilha com os teus amigos:

Outros artigos do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.