“É bom e recomenda-se” com Joel Monteiro

Esta terça-feira fazemo-nos acompanhar por um guerreiro do Norte.

Joel Monteiro entra com o pé direito no “É Bom e Recomenda-se”, e fala-nos um pouco do que é atuar nos campos da Segunda Liga Portuguesa.

Desde pequeno que alimenta o sonho do Futebol, estreando-se no Campeonato de Portugal pela equipa nortenha, o SC Salgueiros.

Em 2014/15, dá-se uma mudança de novos “ares”, e o defesa assina contrato com o FC Famalicão que se encontrava na altura no Campeonato de Seniores.

A prestação do craque no CNS não estava destinada a continuar durante mais tempo, com Joel a dar o salto para a Segunda liga juntamente com a equipa de Vila Nova de Famalicão.

Uma oportunidade que levou o atleta natural do Porto a liderar até aos dias de hoje na Segunda Divisão, “foi uma sensação incrível, dos melhores momentos que passei no futebol e dos melhores anos da minha carreira”, conta o craque que representou o emblema de Famalicão por quatro épocas.

Lisboa foi a sua casa na época anterior onde vestiu a camisola do Casa Pia, este ano preparado para mostrar a garra do Norte, traz ao peito o emblema do Académico de Viseu, “para esta época o objetivo passa claramente pela manutenção e fazer uma época excelente a nível pessoal”, confessa.

Voltar para trás não será opção para Joel, e o craque tem já traçado alguns planos para o seu percurso futebolístico, “no futuro gostava muito de ainda chegar ao patamar máximo do futebol português, a Primeira Liga”.

Algumas diferenças entre CNS e um Campeonato mais profissional foram sentidas pelo defesa direito, “a Segunda Liga é muito mais competitiva, está mais acima do Campeonato de Portugal, que claro, tem excelentes jogadores e equipas, a Segunda Divisão está um pouco mais acima a nível da intensidade”.

Surgiu a oportunidade, e Joel Monteiro agarrou com “unhas e dentes” a chance de mostrar todo o seu empenho e trabalho na Segunda Liga, deixa ainda o conselho para todos os que pretendem agarrar a sua oportunidade quando surgir, “nunca desistam, trabalhem sempre”.

O patamar para já é Segunda Liga, mas o craque natural do Porto promete voos maiores.

Partilha com os teus amigos:

Outros artigos do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.