“O Elevador” com Douglas Paula

Douglas da Paula Silva.

É normal que o seu nome não seja reconhecido, numa primeira instância, pelo adepto português. Afinal, só no ano passado veio para o nosso país para representar o Sporting Ideal.

Na primeira época em terras lusas, o avançado brasileiro somou 9 golos no Campeonato de Portugal, em 24 partidas. Numa equipa em que a época não correu de feição, Douglas Paula marcou um terço dos golos dos açorianos, assumindo uma importância vital no seio da sua equipa.

A boa época valeu agora o passaporte para o Continente, onde vai representar o histórico Clube Oriental de Lisboa. O avançado que andava algures pelas divisões inferiores brasileiras, tem, aos 27 anos, uma oportunidade de vingar no nosso futebol.

O sonho “de jogar na Europa” deu-se nos Açores. Um local em que se sentiu em “casa”. Um lugar que o ajudou a fazer golos… e é de golos que um avançado vive. Para além dos nove no Campeonato, fez mais dois na Taça de São Miguel. Contabilizamos 11 numa temporada suspensa em Março.

Para o ano, com os Guerreiros de Marvila ao peito quer ir mais longe. Aponta para os “15 na próxima época, se Deus permitir”, numa rotineira ligação entre o futebol e a religião.

A fé está lá e a confiança acrescenta a crença numa subida aos campeonatos profissionais pelo seu novo clube “superando o número de golos e ajudando o clube na subida à Segunda Liga. É esse o pensamento”.

Os 27 anos não lhe tiram a motivação. Quer jogar “até aos 37” e conseguir uma “maior estabilidade financeira”. A Primeira Liga Portuguesa ou até mesmo o Brasileirão são sonhos por cumprir, mas confia nele próprio para um dia lá chegar.

Para já, é no Oriental que o seu foco habita. É com eles que quer continuar a evoluir e a subir degraus na sua carreira.

Douglas da Paula Silva. Um nome que quer deixar a sua marca no futebol português e de quem se espera muitos golos na nova temporada.

Partilha com os teus amigos:

Outros artigos do autor

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.