“É bom e recomenda-se” com Agdon Menezes

Vindo dos ritmos quentes do Brasil esta semana “É Bom e Recomenda-se” falou com Agdon Menezes, o avançado que na última época representou a UD Oliveirense.

Em 2012 o avançado veste a camisola do Vitória BA no seu país natal, tendo, na época seguinte, voado até aos relvados portugueses.

A oportunidade de vir jogar para Portugal surgiu no fim do seu contrato com a equipa de Salvador, tendo sido um passo que fazia parte dos objetivos do jogador, “não pensei duas vezes, visto que o meu sonho era vir para a Europa”.

Direto de um país apaixonado pelo futebol, o atleta, de 27 anos, fez a sua estreia em Portugal ao serviço do Braga B na Segunda Liga, onde jogou a ponta de lança durante três épocas, tempo que para o jogador “soube a pouco, no Braga B para mim essas três épocas foram apenas alguns minutos”.

Em 2016/2017, Agdon desce de patamar e ruma ao Campeonato de Portugal onde veste o vermelho e branco do Merelinense, um passo que fez “resgatar” a confiança do jogador, “foi lá que ganhei a minha confiança e vontade de jogar futebol novamente, tirei muitas lições do Campeonato de Portugal, aprendi muito enquanto lá estive”.

Alí demonstrou a veia goleadora, marcando 17 golos em 28 jogos na sua última época ao serviço da equipa da terceira divisão.

Um Campeonato de Portugal de qualidade e ao nível dos campeonatos profissionais que o atleta natural do Brasil indica que, “não senti grandes diferenças, penso que existe uma competitividade equiparada tanto na segunda divisão como no Campeonato de Portugal”.

A continuação de um trabalho árduo é o conselho que o jogador deixa aos atletas do Campeonato de Portugal que pretendem ascender aos relvados profissionais, “existe muita qualidade e muitos jogadores competitivos no Campeonato de Portugal, por isso trabalhar duro certamente irá dar muitos frutos no final”.

De volta aos jogos competitivos da segunda liga, o avançado assina em 2018/2019 por duas épocas pela UD Oliveirense, conseguindo na temporada que findou prematuramente o título de melhor marcador com 13 golos em apenas 26 jogos.

Para já os objetivos traçados pelo jogador são a continuação de um trabalho sem falhas e de fazer aquilo que mais o deixa feliz: jogar futebol. Para a próxima época ainda não se sabe o rumo do atleta, mas o mesmo garante que muito em breve teremos noticias do craque nos campos portugueses.

Partilha com os teus amigos:

Outros artigos do autor

1 thought on ““É bom e recomenda-se” com Agdon Menezes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.